COMO TUDO COMEÇOU

Inaugurado em 1996, o Kartódromo Internacional de Betim é fruto de um projeto audacioso. A ideia inicial partiu do então secretário de esportes de Betim, Wesley Silva, em parceria entre os governos estadual, municipal e a Fiat Automóveis (com fábrica instalada no município desde os anos 70).

O projeto, a princípio, era de um complexo esportivo com autódromo e kartódromo. Porém, com o fim do mandato do prefeito da época, o projeto acabou sendo descontinuado. Mas Wesley não desistiu, e a partir de então decidiu encarar o desafio por conta própria e buscar parceiros para construir um kartódromo de nível internacional através da iniciativa privada.

Devido ao alto custo de construção de um autódromo, foi descartada esta possibilidade, sendo mantida apenas a ideia do kartódromo. Com a aquisição de uma área de 70.000m², Wesley deu início à execução do projeto logo no início da década de 1990, contando com o apoio de Correia e Ronaldo Praça (grande incentivador do kartismo), Clemente Faria e família.

A INAUGURAÇÃO

Quase dois anos após o início das obras, finalmente foi finalizado o Kartódromo Toninho da Matta em 1996, assim batizado em homenagem ao piloto mineiro que participou de vários campeonatos brasileiros de turismo, sendo 14 vezes campeão. Alguns anos mais tarde, seu filho Cristiano da Matta viria a alcançar grande sucesso nas pistas, pilotando na Fórmula Indy e Fórmula 1 por algumas temporadas.

O Kartódromo recém-inaugurado atendeu à demanda de campeonatos amadores e profissionais da época, e nos anos seguintes sediou por duas vezes o Campeonato Brasileiro de Kart (em 1997 e em 2001), além de receber por muitas temporadas diversas etapas do Campeonato Mineiro de Kart. Nesse período, vários pilotos renomados do automobilismo nacional correram nesta pista, dentre eles Nelsinho Piquet, Bia Figueiredo, Alan Kodhair, Cristiano da Matta, Bruno Junqueira, Danilo Dirani, Rafa Mattos, dentre outros.

Mudanças

Mudanças

O Kartódromo Internacional de Betim adotou seu nome atual em 2007, após ser adquirido pelo empresário Antônio da Silveira, também conhecido como Toninho da Prata. Nas mãos de Toninho e família, o kartódromo passou por muitas mudanças em sua estrutura física e também na pista, como por exemplo a criação de outras opções de traçado.

Em 2018 o kartódromo entrou em uma nova fase. A partir de então administrado por Alexandre Vieira e Wilson Cristofani, ambos empresários e pilotos de kart amador muito dedicados ao esporte, o Kartódromo passou por novas mudanças estruturais e administrativas. Sempre em contato com os pilotos e clientes, e atentos às sugestões e reivindicações, estão sempre dispostos a oferecer produtos e serviços da mais alta qualidade para o público.

Hoje

Hoje

Atualmente o Kartódromo Internacional de Betim sedia campeonatos fixos de kart amador a nível estadual (com etapas mensais) e a nível nacional (com competições realizadas uma vez ao ano) sejam elas individuais ou por equipes, de curta ou de longa duração.

O Kartódromo foi o primeiro de Minas Gerais a sediar um enduro (endurance) com 12 horas de duração, de kart amador de locação. As 500 Milhas de Betim, competição por equipes onde os pilotos se revezam na pista durante todo o evento, conta com pilotos de todas as regiões do país, e é realizada uma vez por ano desde 2015, sempre no mês de agosto.

Também foi pioneiro a sediar, também na modalidade de kart amador de locação, um torneio individual a nível nacional. Neste evento, que se chama Kart Cup Brasil, participam anualmente cerca de 200 pilotos, também de todas as regiões do país.

Fique por dentro

Aqui no Kartódromo de Betim há uma frota de karts de aluguel (kart comum, 13HP) disponível para o público que deseja se divertir e viver a emoção de acelerar em uma pista com padrões internacionais de dimensões e segurança.

Possui também outra frota de karts de aluguel (Super kart, 18HP), para a realização de competições, e para aqueles pilotos que já andam de kart e desejam se envolver um pouco mais com o esporte, andar em um kart mais potente, e desenvolver sua pilotagem.

Para pilotar um kart não é necessário ter experiência. Antes das corridas são passadas instruções de pilotagem e de segurança no chamado briefing.

Atualmente, o Kartódromo de Betim é mais do que uma pista de corridas. É também um ponto de encontro de famílias e amigos, já que conta com lanchonete e área gourmet, restaurante e playground para as crianças. E é claro, o indispensável atendimento de primeira qualidade e atenção aos mínimos detalhes, para fazer com que o público se sinta bem à vontade!

🏁 Tamanho da pista: 1.150 metros por 8 metros de largura.
🏁 Ambulância no local.
🏁 Painel eletrônico com 12 posições para informar a posição, nº do kart e tempo de volta.
🏁 Kart amador de locação com motores de 400cc.
🏁 Kart comum (13HP): frota com 50 karts.
🏁 Super kart (18HP): frota com 60 karts.
🏁 Corridas com até 36 karts na pista.
🏁 Manutenção preventiva constante.

🏁 Acessibilidade: karts adaptados para cadeirantes.
🏁 Infantil: Karts “cadetes” para crianças a partir de 7 anos.
🏁 Playground para crianças.
🏁 Área gourmet para a realização de festas e eventos corporativos.
🏁 Sala de briefing climatizada com capacidade para até 40 pessoas.
🏁 Área de escape: gramada, aproximadamente 10 metros.
🏁 Segurança: Nenhum obstáculo fixo dentro da pista, com postes fora das áreas de escape.
🏁 Traçados diferenciados (32 no total) para utilização em campeonatos (previamente aprovados pela direção do Kartódromo).

Menu