DICA 3: AS PISTAS E SUAS MUDANÇAS

 

 

 

 

 

 

DICA Nº 3

 

AS PISTAS E SUAS MUDANÇAS

Por que parece que as pistas mudam? O asfalto é o mesmo, o lugar é o mesmo!

Simples: a cada volta que damos na pista, o kart vai esquentando os pneus, ao mesmo tempo em que retira a fuligem ou pó trazido pelo vento e depositado no asfalto, e também firmado na pista devido ao sereno da noite.

Se estamos em tempo seco, sem chuvas, a variação da pista está diretamente ligada a quantidade de corridas que já houve no dia. Quanto mais karts estiverem rodando, melhor vai ficando a pista e os tempos de volta só melhoram!

Também influi a umidade do ar e a temperatura. Alguns karts melhoram ou pioram conforme a umidade do ar porque a queima do combustível dá maior ou menor explosão conforme a densidade do ar na entrada do carburador influindo na mistura.

Em karts de uso individual é fácil solucionar, porém em Karts de aluguel ou indoor fica impossível fazer acertos devido a equalização que é feita constantemente, procurando equilíbrio e a igualdade entre os karts.

 

COMO RESOLVER?

Voltamos a nossa dica número 2: procure entender seu equipamento. A pista melhorou ou piorou, os tempos de volta mudam!

Não é o piloto que determina e sim os fatores e suas variáveis.

Procure caprichar na pilotagem e vá observando os tempos de todos os competidores.

O melhor a fazer com a pista ruim é tentar virar sempre no mesmo tempo, evitando erros e desvantagens.

Se errarmos 1 décimo de segundo em cada curva, teremos a perda de 01 segundo em 10 curvas.

Faça as contas e se dê conta dos prejuízos!

 

PRÓXIMO BLOCO:

Comportamento dos vencedores

Boa diversão a todos!

Atenciosamente:

Toninho da Prata

Diretor do Kartódromo Internacional de Betim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *