24 de novembro de 2016 Administrador

VOCÊ SABE COMO É UM STOCK CAR?

Um carro do Circuito Schin Stock Car possui cerca de 15 mil peças, desde as mais minúsculas até as mais complexas, passando por arruelas, parafusos, motor, câmbio e partes eletrônicas. Aproximadamente quatro mil dessas peças são fabricadas pela JL, empresa do ex-piloto e campeão de 1987 da Stock Car, Zeca Giaffone.

Suspensão: Independente nas quatro rodas, triângulos superiores e inferiores construídos em tubo de aço. Barras estabilizadoras dianteiras e traseiras reguláveis de dentro do carro.

Direção: do tipo pinhão e cremalheira com acionamento hidráulico através de bomba elétrica.

Rodas: OZ Racing, italianas 10,5 x 18 polegadas.

Pneus: Pirelli. Pzero 305/660 Aro 18 – Composto DH.

Freios: discos ventilados Fremax, pinças inglesas da AP Racing, especiais de competição, com seis pistões na dianteira e quatro na traseira.

Pastilhas de Freio: ECOPADS – isentas de amianto e formulação em misturadores automáticos.

Motor: 8 cilindros em V, com 550 HP de potência, 6.000 rpm e 5.700 cc (5,7 litros), cabeçote de alumínio, alimentação de combustível por uma injeção eletrônica Bosch, cárter seco.

Câmbio: eletrônico XTrac. Acionamento sequencial de 6 marchas para frente e uma à ré da Magnetti Marelli.

Diferencial: XTrac.

Combustível: Etanol V-Power, produzido pela Raizen.

Tanque de combustível: composto por container de borracha preenchido com espuma de baixa densidade e container de alumínio provido de válvulas de segurança, inclusive para o caso de capotagens. Capacidade: 100 litros.

Chassis: tubular, com tubos de molibdênio, chapas de alumínio e revestimento antichama.

Carroceria: construída em fibra de vidro reforçada, representa os modelos Chevrolet Sonic e Peugeot 408. Os faróis dianteiros são apenas pinturas na carroceria, mas as lanternas traseiras são plenamente funcionais.

Peso mínimo: 1.325 kg com o piloto a bordo vestindo macacão, luvas, sapatilhas, capacete e com fluidos (óleo, água, combustível etc) remanescentes.  A pesagem é realizada no final das provas.

Vidros dianteiros: desenvolvido pela Fenavid, com uma lâmina de policarbonato entre duas lâminas de vidro com resistência elétrica para evitar o embaçamento.

Banco do piloto: desenvolvido pela Fiber Works, com homologação FIA na categoria “Advanced Racing Seat” – Banco de Corrida avançado.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *